terça-feira, 29 de novembro de 2016

Vocês foram abandonados pelo destino,
Tiveram que se agarrar a um hino,
Foram postos no último plano da história,
Mas, insistiram na vitória.

Vocês nasceram ao relento,
Mas, brincaram com o tempo,
Distorceram a realidade,
Quebraram o silêncio e trouxeram alarde,
Conquistaram o mundo, mesmo sem recursos,
Tendo apenas o sangue que corria nos pulsos,

Vocês estavam no mais baixo dos planos,
Onde foram esquecidos pelos mundanos,
Nasceram presos em um labirinto,
Tudo que tinham era o instinto,
Mas,  tudo estava contra vocês,
Porem, guerreiros lutam por sua vez.

Vocês conseguiram achar uma saída,
Alquimistas que transmutaram a própria vida,
Foram a esperança dos pobres coitados,
Venceram como se não carregassem fardos.
Quando ascenderam, se mostraram gigantes,
Se tornaram a referência dos iniciantes.

O futuro lembrará de como construíram asas,
Gerações se inspirarão por suas fardas,
Hoje, todo sonho virou pó,
Se perdem com os Guerreiros de Chapecó.


.



Nenhum comentário:

Postar um comentário